9 ativos naturais que auxiliam (muito!) no tratamento das manchas de pele

Uva, romã, cúrcuma e muito mais: os elementos da natureza são aliados incríveis dos produtos de tratamento para a sua pele.

Sejam causadas pelo atrito da pele, pelo sol, por doenças (de pele ou do corpo), pelos hormônios ou como efeito colateral do uso de medicamentos para curar outros males, as manchas na pele não agradam a ninguém. Assim que elas são notadas, a vontade é de ir ao dermatologista na mesma hora, mesmo que seja de madrugada.

Além dos procedimentos convencionais, como os peelings, e dos produtos tradicionais, à base de ácidos desenvolvidos nos melhores laboratórios, atualmente muitos ativos naturais vêm sendo estudados e acrescentados aos ingredientes dos cremes, géis e séruns para a pele.

Listamos, a seguir, os principais deles.

Rosa mosqueta
Rica em ácidos graxos insaturados, em ácido transretinóico e em vitamina C, a flor origina um óleo poderoso para a renovação e a consequente eliminação de manchas da pele. Funciona especialmente bem em manchas de sol.

Uva
O óleo de suas sementes tem alto teor de alfa-tocoferol e ácido linoleico, ativos que agem na regeneração da pele. Também tem uma quantidade significativa de vitamina E, que é antioxidante e suaviza a aparência das manchas de pele.

Madeira
A hidroquinona, princípio ativo mais famoso e querido no tratamento das manchas, é retirada principalmente de madeiras. Trata-se de um agente despigmentante, ou seja, que diminui os pigmentos na área afetada da pele, minimizando as manchas.

Frutas cítricas
São as maiores fontes de vitamina C na natureza, e a vitamina C é um potente antioxidante que ameniza e some com as manchas da pele.

Alcaçuz
De sua raiz saem dois ativos principais: licochalcone e glabridina. Eles conseguem inibir a enzima tirosinase, envolvida na produção de melanina (pigmentação da pele), e também dispersar a melanina, o que resulta em uma ação positiva no tratamento do melasma e da hipercromia pós-inflamatória.

Cúrcuma
Sob hidrogenação, seu extrato se transforma em tetrahidrocurcuminoides, um antioxidante e anti-inflamatório benéfico na despigmentação de manchas da pele

Morango e romã
De acordo com um estudo conduzido da Howard University College of Medicine, as duas frutas dão origem ao ácido elágico, que inibe a produção de enzimas associadas à formação de manchas na pele.

Samambaia
Dá origem a princípios ativos usados em protetores solares orais – ATENÇÃO: eles não substituem os protetores solares usados diretamente na pele. Deixa a pele mais resistente, turbina a ação imunológica, é anti-inflamatória e antioxidante, modulando as reações envolvidas nas manchas de sol.

Fontes: Carolina Marçon (dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia) e Danilo Dias (cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e parceiro da Sinclair Pharma)

DEIXE SEU COMENTÁRIO