A Dona do Pedaço: Josiane se alia a rival e destrói fábrica de Maria da Paz

Josiane mostrará que ficará ao lado da família do pai, Amadeu (Marcos Palmeira). Após cometer seu primeiro assassinato e matar Jardel (Duio Botta) a jovem agirá para ferrar a vida financeira da sua própria mãe, Maria da Paz (Juliana Paes).

Para que isso seja possível, ela se aliará justamente ao rapaz que havia recebido a ordem de assassinar a boleira, Rael (Rafael Queiroz), que é seu primo. Tudo começará porque, por causa das compras excessivas para a nova mansão, Maria da Paz ficará endividada.

Ela fará vários empréstimos e montará um superestoque para produzir mais bolos e conseguir pagar as suas dívidas. Será aí que Josiane terá o plano de destruir o estoque para amedrontar Maria da Paz, que temerá perder tudo o que está em seu nome.

“Se minha mãe tiver um grande prejuízo agora, não paga o empréstimo. E se não pagar, pra não perder a fábrica, cê dá a ideia dela botar a fábrica no meu nome. Ela vai fazer qualquer coisa pra não perder. E eu, como filha boazinha, deixo ela botar a fábrica no meu nome“, dirá ela a Régis (Reynaldo Gianecchini). Apaixonado pela boleira, o rapaz negará participar do plano.

Será aí que entrará Rael, que explicará a Josiane que não pode atirar em Maria por ter prometido isso a Amadeu. “E se eu quiser fazer uma coisa que só prejudique minha mãe? Sem tiro?”, questionará ela. “Por que cê faria isso? É filha. Ah, mas não precisa dizer por quê. O sangue fala mais alto, não é? Dentro de você tem o sangue Matheus. Tudo certo. Só prometi não dar tiro. Portanto, se não for tiro, eu faço”, responderá Rael.

Os dois se encontrarão novamente e ela entregará um pacote para o primo. “Tá tudo aí? Minha mãe sempre tem uma chave reserva da fábrica. Eu sei onde ela guarda. Depois me devolve pra eu pôr no mesmo lugar“, dirá ela. “Tudo que é combinado é certo, prima. Cada vez mais eu vejo que cê é minha prima de verdade. A gente não acertou. Vai sobrar algum pra mim?”, questionará ele.

A jovem lhe dará um maço de dinheiro e o “dispensará” para o serviço. “Agora faz o que tem que fazer e dá o fora. Não pode ser pego pela polícia“, disparará. O rapaz entrará na fábrica e jogará gasolina para todos os lados, com as chamas destruíndo totalmente o estoque de alimentos. As informações são do Notícias da TV.

Fonte: resumo das novelas

DEIXE SEU COMENTÁRIO