Ana Hickmann chora e diz que cunhado, acusado de homicídio, é vítima. Entenda o caso!

Em maio do ano passado, um homem armado invadiu o quarto do hotel Em Belo Horizonte, onde Ana Hickmann estava hospedada. Gustavo Corrêa, cunhado da apresentadora, interveio e salvou a mulher, Giovana Oliveira, e a apresentadora do ataque, mas acabou matando o rapaz durante o confronto. Mais de um ano após o ocorrido, a justiça aceitou a denúncia contra Gustavo por homicídio doloso (sem intenção de matar) e a apresentadora usou o Stories do Instagram para defender o parente.

Eu prometi que não ia me manifestar com relação à decisão da Justiça, mas tem uma coisa que eu preciso fazer: agradecer aos amigos e aos desconhecidos por todas as mensagens de apoio pro Gustavo. O Gustavo nessa história toda é tão vítima quanto eu. E ele, sim, é o nosso herói”, desabafou.

Visivelmente emocionada, Ana caiu no choro e agradeceu mais uma vez a atitude do irmão do seu marido, Alexandre Corrêa. “Guto, você é meu irmão, meu sócio, meu cunhado, minha família e o grande herói dessa história”.

Rodrigo Augusto de Pádua, que foi morto pelo cunhado de Ana, era fã da apresentadora e todos os seus posts no Instagram eram relacionados à modelo. O cunhado da apresentadora diz que agiu para defender a família.

Vimos em perfeito.guru/