Garotinho de 4 anos salva a vida de seus irmãos de 4 meses

Robin Pownall estava muito animada para trazer seus gêmeos ao mundo. Ela já tinha dois meninos, e mal podia esperar para segurar seus outros dois filhos nos braços. Santino e Giovanni nasceram no dia 14 de outubro de 2017, às 33 semanas. Apesar de serem prematuros, eles nasceram perfeitos… ou, pelo menos aparentavam. Porém, logo após o nascimento, os médicos descobriram que os meninos tinham uma condição rara conhecida como doença granulomatosa crônica. E o mais chocante? Apenas Michael poderia salvar os irmãos de 4 meses.

Bebês precisavam de medula óssea
O sistema imunológico dos bebês estava seriamente comprometido, e até mesmo a menor enfermidade poderia matá-los. Normalmente, eles deveriam entrar numa lista de doadores, pois a medula óssea de um indivíduo saudável pode ser a melhor cura. Mas, antes disso, os médicos testaram a família para saber se existia compatibilidade… infelizmente, nem a mãe nem o pai eram compatíveis.

Porém, o irmão mais velho, Michael, era. Como ele tinha apenas 4 anos de idade, seus pais estavam hesitantes em usá-lo como um doador – como poderia uma criança dessa idade compreender o que iria acontecer? “Nós fomos diretos – ‘Vai haver uma agulha grande entrando nas suas costas,”’ contou Pownall. “Nós perguntamos: ‘Você quer fazer isso? Se você está com medo, você não precisa.’”

Irmão corajoso faz doação da medula
Em vez de ter medo, Michael estava muito animado por salvar os irmãos. O garoto estava de bom humor quando entrou para extrair a medula óssea. Depois do procedimento, o menino continuou animado… Ele até insistiu que as pequenas feridas nas costas não doíam e que ele estava bem. Ajudar os irmãos bebês era um sentimento mais forte do que qualquer dor.

Agora, Giovanni e Santino, os gêmeos, não têm vestígios da doença… tudo por causa de seu grande irmão de 4 anos chamado Michael! Veja a criança contente por ter salvo os meninos abaixo.

Compartilhe se admirou a atitude do garoto!

Fonte: Liftable

DEIXE SEU COMENTÁRIO