O Sétimo Guardião: Valentina ignora o filho e deseja sua morte de forma trágica

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Valentina (Lilia Cabral) promete fazer o que for necessário para ter acesso à água milagrosa. Isso inclui passar por cima de Gabriel. Nos próximos capítulos, ela desejará a morte do filho e até falará em explodir o casarão. Confira como será a conversa.

“Você nunca vai botar as mãos naquela água! A casa era do meu pai. Ele morreu e eu sou o único herdeiro dele. Portanto, tudo que está dentro dela agora me pertence”, afirmará Gabriel. “Não sei como pode chamar de ‘meu pai’ um homem que nunca quis saber de você…”.

“Não o chamei de pai antes porque você nunca me disse quem ele era, ou eu já tinha vindo aqui”. “Pra ser escorraçado? Se as cartas que mandei falando de você Egídio sempre devolveu…”. “Porque não podia fazer outra coisa!”. “Não podia, ou não queria?”. “Ele tinha que ficar longe de mim e de você!”. “Depois de todas as juras que me fez? Se você me der pelo menos uma razão pra isso… Uma única, vamos, me diga agora!”.

“Não foi pra remoer o seu passado que vim aqui”. “Claro que não. Veio pra me dizer que a partir de agora é meu inimigo. Mãe e filho! Me diz: foi pra isso que eu batalhei até hoje? Eu não era nada! Saí dessa cidade escorraçada! Tudo que levei foi um filho na barriga! Briguei feito uma leoa até conseguir meu lugar nesse mundo cruel que agora você quer salvar com sua água. E não foi só por mim que lutei, fique sabendo.

Também foi por você! Eu lhe tive sem a menor condição, apesar de todos os conselhos que me deram e eu não quis ouvir… E Marcos Paulo pode provar isso. Não ouvi, mas devia ter ouvido. Pois se era pra chegar onde a gente está agora, tinha sido melhor se tivesse arrancado você de dentro de mim!”, afirmará Valentina, deixando Gabriel em choque.

E ela continuará: “Depois de tanto sacrifício, tanto amor…”. “Que amor mais esquisito foi esse, me diz? Você acabou de falar que seria melhor que eu não tivesse nascido! Nunca me amou coisa nenhuma!”. “Amei, sim! À minha maneira…

Eu te amei. Mas tudo que ganhei em troca foi isso: um fedelho mimado! Que vem aqui e diz na minha cara que vai me impedir de continuar sendo a mulher de negócios que todo mundo admira… e que a partir de agora está contra mim! Você sabe como eu trato meus inimigos, não sabe?”.

“Você acaba com eles”. “E é o que vou fazer com você! Pode interpor quantas liminares quiser, contratar quantos advogados queira. Eu vou tomar posse daquela água nem que tenha que explodir a casa com você dentro dela!”. “Então, trata de armazenar os explosivos… Porque ali você só entra mesmo passando por cima do meu cadáver”.

“Deus sabe que eu tentei não pensar nisso. Mas agora que você mesmo me deu a ideia… Eu vou considerar a hipótese. Afinal, você está aí, ainda vivo… Mas pra mim já é um filho morto! Então, que morra de uma vez”, concluirá a vilã.

Fonte: observatorio da televisao

DEIXE SEU COMENTÁRIO